NA AES

Prêmios destacam estratégia de inovação da AES Brasil

Terça-feira, 15 Agosto de 2017

No princípio de 2016, em meio a uma revisão de estratégia que visava os esforços de longo prazo da empresa, a AES Brasil estabeleceu que a inovação deveria ser um de seus principais pilares de sustentação, filosofia que já vinha sendo construída há alguns anos. Buscar tecnologias inovadoras, como as empregadas no projeto piloto do smart grid de Barueri, ou no sistema de drones inspetores de reservatórios, são alguns dos exemplos de como a inovação pode servir à empresa, no sentido de reduzir custos e otimizar processos, e também à população, visando garantir  um serviço melhor e mais moderno, menos sujeito a falhas.

Além desses esforços, depois de dois anos de treinamentos para colaboradores em metodologias de design thinking e de aproximadamente 1000 colaboradores treinados – assim são chamados os participantes do treinamento, porque tem como objetivo exatamente o de multiplicar na empresa seu aprendizado –, a AES Brasil foi além, e optou por estratégias de inovação aberta para superar a concorrência em velocidade e ousadia. O melhor exemplo disso é o programa de aceleração de projetos, liderado por uma célula especializada em inovação dentro da empresa, composta por colaboradores de P&D e de Inovação da AES, que selecionou startups externas com o objetivo de investir em projetos, por meio de aporte de recursos financeiros e mentoria.

E esses são apenas alguns exemplos de como a empresa injetou, de forma sistêmica, uma cultura inovadora em seus quadros. Duas conquistas, especificamente, marcam essa fase de consolidação, que vem amadurecendo há alguns anos. Primeiro, o Prêmio Nacional de Inovação 2016/2017 contemplou a AES Brasil como uma das três finalistas, na categoria Inovação Organizacional, modalidade Grandes Empresas. Segundo, o Prêmio Valor Inovação Brasil 2017 elegeu a AES Brasil como a mais inovadora na categoria Energia Elétrica.

O primeiro prêmio, uma iniciativa da Mobilização Empresarial da Inovação (MEI), é realizado anualmente pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) e Confederação Nacional da Indústria (CNI), tendo como objetivo incentivar a inovação em organizações brasileiras, além de reconhecer seus esforços na área. Cerca de 4 mil empresas concorriam em cinco categorias – Gestão, Produto, Processo, Marketing e Organizacional. Somente 34 chegaram à final, entre elas a AES Brasil.

“É gratificante estar entre as três companhias finalistas de um prêmio tão influente como este”, disse na ocasião o gerente de inovação da AES Brasil, Ricardo Kahn. “Isso mostra que estamos no caminho certo para contribuir com o desenvolvimento de um Brasil repleto de soluções inovadoras em energia.”

A AES Brasil figurou no topo do prêmio ao lado de outras grandes empresas reconhecidas por suas estratégias inovadoras, como a Natura. “Na medida em que somos reconhecidos por prêmios como esse, propagamos nossas práticas para todo o ecossistema”, diz Leonardo Garnica, gerente de inovação da Natura. “Assim, criamos um ambiente mais favorável a negócios conscientes e sustentáveis.” Fabiana Tarabal, que também liderou os esforços inovadores da Natura nos últimos anos, destaca a importância de um trabalho que vise as transformações no longo prazo: “Estamos colhendo os frutos de um trabalho de mais de dez anos.”

Além de chegar à final do prêmio CNI, a AES Brasil foi, mais recentemente, a vencedora do Prêmio Valor Inovação Brasil 2017 dentro da categoria Energia Elétrica, um reconhecimento inédito para a empresa, que saltou 18 posições no ranking geral em relação ao ano passado. A AES Brasil figurou no 22º lugar entre as 150 empresas mais inovadoras do Brasil.

Fatima Molina, especialista de inovação da AES Brasil, salienta que esse é o resultado de anos de trabalho, que já vem sendo reconhecido no mercado pelo menos desde 2015, quando o prêmio Best Innovator elegeu a empresa como a quinta mais inovadora do país.

“Foi uma evolução gradual, que ocorreu na medida em que agregamos novas práticas junto ao mercado, que também foi se desenvolvendo”, diz Fatima. Ela conta que essas premiações são valiosas pois auxiliam no processo interno de aprendizado e desenvolvimento. Os comitês avaliadores, responsáveis pelos prêmios, comparam as práticas da empresa avaliada ao que há de ponta no mercado, oferecendo assim um panorama realista e distanciado, visto de quem está de fora. “É muito rico nesse sentido”, diz Fatima. “Você ganha subsídios para criar ou enriquecer o seu plano de trabalho para um próximo ciclo.”

“Esse reconhecimento comprova que estamos no caminho certo”, disse Charles Lenzi, COO da AES Brasil e presidente da AES Eletropaulo, depois de receber o prêmio do Valor. “A inovação é um pilar fundamental em nossa estratégia de criação de valor e está diretamente conectada com nosso plano de produtividade, que se baseia em um novo patamar de investimentos e transformação digital.”

Procura parceria para investir em novos negócios ligados ao mercado de energia?
Fale com a gente.
Posts Relacionados
X Tem dúvidas, comentários e sugestões? Conte para a gente!


Mensagem enviada com sucesso FECHAR